Tapetes ficam lindos em casa, em ambientes corporativos e até mesmo em casamentos, sabia? Eles ficam lindos tanto na cerimônia quanto na recepção, mas hoje vamos falar de um lugarzinho muito especifico para eles: No caminho do altar e no altar! Que tal deixar a sua cerimônia ainda mais estilosa? Os tapetes definitivamente conseguem transformar qualquer cenário! Sou até suspeita para falar, porque eu particularmente sou apaixonada por tapeçaria desde sempre e, vocês?

A grande novidade do momento é que você pode usar tapetes para decorar o caminho do altar, para isso, você pode optar por utilizar apenas um único tapete, ou fazer um mix de tapetes até o altar! As duas opções ficam muito lindas!

Geralmente os adeptos ao estilo boho são os primeiros a comprar a ideia, já que os tapetes podem dar um ar mais hippie à decoração, mas fique tranquila, tudo depende das peças e arranjos florais que você escolher, além da composição que você utilizar.

Na maioria das vezes vemos os tapetes na cerimônia apenas em locais mais campestres, mas é uma ótima opção para casamentos na praia e também para igrejas e salões fechados. Enfim, essa é uma opção perfeita para você que busca maneiras alternativas no caminho até o altar! Que tal?

 

  • CORES:
Sem categoria

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE:

Não há nenhuma dúvida de que cerimônias de casamento são sobre o amor entre duas pessoas que não podem mais viver sem a outra, certo? Mas e quando o grande dia também é sobre amor entre irmãos, pais, padrastos e filhos?  Sim, o casamento de hoje transbordou amor de todas as formas possíveis! Pronto para se emocionar?

Bruna e Paulo se conheceram quando tinham apenas 7 anos quando fizeram o pré-primário juntos. Aos 13 anos se reencontraram na igreja , mas embora moravam na mesma rua raramente se viam. O terceiro reencontrou aconteceu no sexto semestre da faculdade de Direito. Paulo havia se transferido de uma outra universidade e caiu justamente na sala da Bruna! Olha a forcinha do alto aí! Aos pouquinhos foram se aproximando mas Bruna não estava numa fase boa para se envolver com alguém, além disso, por ter os pais separados, ela não acreditava muito no pra sempre, e sem dúvidas preferia ficar sozinha do que se frustrar em outro relacionamento.

Acontece que Paulo conquistou de vez o seu coração e pela primeira vez na vida ela se imaginou casando! Eles se matricularam em um curso de noivos para aprender mais sobre o matrimônio, porém quando pensando no dia do casamento Bruna sentia uma tristeza muito grande pois havia anos que seus pais não se falavam nem se viam. Com quem ela entraria? Mãe, pai, irmão gêmeo, padrasto? Sua decisão foi pedir que Deus a guiasse e assim Ele o fez. Primeiro a noiva convidou o seu pai biológico para lhe acompanhar, mas gentilmente ele sugeriu que convidasse o seu padrasto também. Minutos antes da cerimônia começar ela avisou que entraria com os dois! Que emoção! No caminho do altar ela conheceu a sua irmã, ambas se abraçaram e choraram muito! Começava ali uma nova história de amor! O último abraço caloroso antes de finalmente encontrar o noivo foi com o seu irmão gêmeo. Agora sim, todos unidos em nome do amor!

Depois de uma cerimônia regada aos melhores sentimentos os noivos celebraram com uma festa em clima rústico-chic, bem intimista e com carinha de casa. Puro encanto! Amei saber que os noivos encontraram vários fornecedores através do Berries. Que honra poder inspirar um casamento tão especial como esse!

 

Sem categoria

Filme: @samuelbiork | Fotografia @juliocasanovafotografia | Vestido: @ateliersebahrocha | Terno e sapato: @ricardoalmeidaoficial | Sapato noiva: @jubicudosaptos | Brincos e grinalda: @graciellastarling | Beleza noiva: @studioiguiaraujo @rebeccaorsida @biaesteticcenter  | Beleza noivo: @barbeariaveracruz | Cantora: @lorenzapozza | Espaço e assessoria: @casaquintal | Dj: @eventospdj | Identidade visual: @papelestilo | Bolo e doces: @soulsweetsp  | Decoração: @lamoreeco | Bem casados: @zulmiradoces  | Buquê e lapela: @csbuques  | Topo de bolo: @2wed_doslab | Plaquinhas: @ateliebaoba.plaquinhas | Espaço kids: @lillaboorecreacao | Cabine: @paronafoto
COMENTÁRIOS
COMPARTILHE:

Me lembro bem de quanto eu era noiva o quanto a escolha do fotógrafo era especial para mim. Inclusive mudei a data porque fazia questão que um determinado fotógrafo registrasse o meu dia mais especial. Não sei se você já parou para pensar, mas essa escolha não é importante só para o casal, mas também para o fotógrafo! Sem dúvidas é uma honra ser escolhido para eternizar o dia mais especial na vida de alguém.

Sempre que converso com o fotógrafo Sergio Luiz Castro falamos sobre a essência da fotografia, a responsabilidade do profissional, a motivação por traz de se fotografar um casamento e muito mais. O Sergio tem tanto amor pelo que faz que achei que seria ótimo abrir um espaço para ouvi-lo falar um pouquinho sobre como é ser fotógrafo de casamento. Espero que depois desse texto vocês possam valorizar ainda mais esses profissionais!

Ver além por Sérgio Luiz Castro

Ser escolhido para fotografar um casamento é uma grande responsabilidade e, para mim, também uma grande paixão. Recursos, portfólio, técnica e equipamentos são itens que devem ser levados em consideração pelos noivos na hora de escolher o profissional. Mas, além disso, é preciso reconhecer aquele que verdadeiramente se entrega aos noivos, a viver o grande dia com eles e para eles.

Noivos Flavia e Peter se acabando na pista da festa

Fotografar um casamento é muito mais do que registrar os momentos tradicionais, como a troca de alianças, o corte do bolo ou a hora de jogar o buquê. É estar presente, se entregar e capturar além do que está à sua frente. É traduzir o sentimento em imagens. Essa sensibilidade depende, portanto, de quanto o fotógrafo se interessa pelo casal, sua história e os detalhes únicos que levarão para seu grande dia. Quando há uma intimidade, uma cumplicidade dos noivos com o fotógrafo, o resultado é incrível.

Noivos Laís e Cezar num momento íntimo e descontraído, entre cerimônia e festa

Lá estava ela, pronta, vestida de noiva, esperando o sinal para caminhar em direção ao grande amor de sua vida. Um turbilhão de sentimentos e sensações e de repente uma pausa. Ela pede proteção e sabedoria. O coração se acalma, pois ela sabe que encontrou o homem de sua vida e que essa união será abençoada por Deus e pelas duas famílias, que a partir daquele dia se tornarão uma.

Noiva Ana Paula num respiro de felicidade e espera

Então, calma. Tudo a seu tempo. Aliás, ter tempo para os noivos é a minha grande diferença. Sou eu quem está do outro lado da câmera. Os acontecimentos periféricos, a logística, os ritos do casamento, nada disso tira meu foco e atenção do essencial: apresentar uma narrativa poética de um encontro, de um SIM. Esse momento tem origem única, diferente de outros casais. O grande dia, por consequência, é também repleto de reações, emoções e expressões únicas, ligadas a história, ao caminho percorrido até ali. Sem tempo para perceber, analisar e valorizar isso na fotografia, o que se entrega é foto com estética forte, mas conteúdo “mais do mesmo”. E esse desafio eu adoro ter a cada casamento…

Noiva Marina e seu pai, Marcelo, na última dança

Minutos antes da cerimônia, pai e filha, escondidos na boate, dançaram pela última vez antes dela se tornar esposa. Os globos da boate se acenderam como num passe de mágica e, por alguns segundos, a pista de dança era só deles. Não era possível escutar o que diziam, e nem era preciso. Nos olhares e sorrisos percebi a emoção daquele momento tão singelo, mas ao mesmo tempo tão profundo.

Christiane e Alberto: amor de pais, amor demais

Mãe, pai, mãe, pai. Duas famílias se tornam uma perante Deus e um pôr do sol de tirar o fôlego. Nesse grande abraço, os sorrisos e olhares transparecem a amizade e carinho que nasceram do amor tão belo entre seus filhos. Em uma cerimônia intimista, apenas as pessoas mais importantes. E, claro, a essência de tudo: o amor.

Adeus

A preparação da noiva é um dos momentos mais íntimos do casamento. Mãe, tias e madrinhas se aprontam junto com a noiva e celebram. E porque não compartilhar essa alegria também com seu animal de estimação? Essa noiva não deixou sua companheira de vida de lado. A Neve, cachorrinha da foto, ganhou até um véuzinho para entrar no clima.

Gerações

O fusca em que Michelle e Schubert andaram juntos na adolescência, e que trouxe eles para o sim, agora conecta a nova geração à história da família. Heitor, sobrinho, é dono de uma herança sentimental, a partir de agora.

Por essas e tantas outras histórias em imagens, fotografar um casamento é muito mais do que milhares de cliques. É sobre acolhida, relações e sensibilidade. É sobre capturar emoções, e não poses prontas. É sobre registrar a magia, e não a roupa. É sobre o choro, o olhar, o suspiro, o abraço. É sobre tudo o que se viveu, e tudo que ainda há de se viver.

Luciana e Felipe, na primeira valsa, sob olhos atentos de ternura e acolhida

Essa é a minha crença. Também esse é meu afeto.

Sergio Luiz Castro

Se você se identificou com o Sergio Luiz Castro e está à procura de um fotógrafo para o seu grande dia te convido a conhecer mais de pertinho o trabalho dele no Guia de Fornecedores B&L. Você também pode contacta-lo através dos seguintes meios:

http://www.sergioluizcastro.com/ | Facebook | Instagram
31 3292-5059 | contato@sergioluizcastro.com

  • CORES:
Sem categoria

Fotografia: Sergio Luiz Castro

COMENTÁRIOS
COMPARTILHE: